Uma Carta de Cachaças digna do nome não é uma lista de produtos disponíveis na casa. Se você olhar mais de perto, as suas páginas serão um mapa do tesouro; elas contêm a senha que permite o vislumbre de um universo tão mágico quanto palpável, como sertão ‘do tamanho do mundo’ de Guimarães Rosa.

Não se assuste! O Brasil é grande e a Carta da Rota do Acarajé também. O Brasil são mais de mil Brasis e a Carta que você agora segura, com pra lá de mil cachaças, representa muitos desses Brasis que pulsam do Oiapoque ao Chuí – Brasis ligados por algumas paixões em comum que lhe dão seu corpo vital e inconsútil: a língua portuguesa, o samba, o futebol… e a cachaça.

O Brasil à sua frente é o dos alemães de Harmonia e Ivoti; dos sertanejos de Chã Grande, Duas Estradas e Mamanguape; dos mineiros de Bichinho, Papagaios e Coluna… sem falar dos paulistas de Dracena e Itirapuã e dos fluminenses de Carmo e Rio das Flores.

O país que se descortina nessa Carta é o da diversidade sem fim, do cruzamento de culturas – refletidos na cachaça em cores, aromas, sabores e modos de produção. Para ficar em um único elemento simbólico dessa diversidade, citemos as madeiras de armazenamento. Amendoim, jequitibá, jatobá, umburana, bálsamo, carvalho, castanheira… essas são só algumas das espécies que compõem os barris nos quais a cachaça é armazenada. Cachaça, que, ao contrário dos uísques e conhaques, não se contentou, em seus 500 anos de história, em dormir apenas no berço esplêndido dos barris de carvalho. Não, nossa marvada subverteu antropofagicamente a ciência dos destilados para introduzir até a jaqueira (e o putumuju!) em seu caminho infinito pela senda dos sabores e sensações.

O devoto da cachaça de tédio não morre.
Portanto, a Rota do Acarajé convida a todos: vire a página, penetre nesse sertão infinito, peça a ‘abrideira’ e vá descobrindo as cachaças do seu coração. Cada um tem as suas. Às vezes, só falta descobrir. E não se preocupe se demorar a achá-las ou se achá-las demais. Afinal, já dizia mestre João, de Cordisburgo: “O real não está no início nem no fim, ele se mostra pra gente é no meio da travessia”.

Na sua casa, na mesa ou no Empório da Rota. É só pedir e degustar!

cahaça na sua casa,peça pelo s telefones

Há mais de 12 anos estamos olhando a cachaça com a qualidade, estrutura e beleza que ela tem.
Trabalhamos com nosso rico destilado oferecendo experiências sensacionais em dose ou em garrafa.

E agora levamos ela até sua casa.

Cachaça na minha casa é um serviço de Delivery exclusivo, você liga e um de nossos especialistas atende seu pedido ou sugere alternativas dentro das quase 1000 possibilidades do nosso estoque.
E você a recebe em casa prontamente ou degusta no espaço exclusivo criado para nossos clientes, o Empório da Rota.

Uma pequena amostra de tantos sabores

ALGUMASPOUCASCACHAÇAS DO NOSSO ACERBO

Estes são alguns dos nossos parceiros